Amieiro

Amieiro
Alijó



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"comments":"show","size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"amieiro-alijo","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Amieiro é uma freguesia portuguesa do concelho de Alijó, com 6,41 km² de área e 104 habitantes (2001). Densidade: 16,2 hab/km².

É uma das freguesias que desde sempre pertenceu ao concelho de Alijó e uma daquelas que constituía o seu núcleo primitivo. Amieiro fica situada na margem esquerda do rio Tua, numa zona de declive, dominada pela cordilheira granítica de Vilarelho.

Toponímia

O topónimo desta freguesia é de sentido geográfico. Provém do facto de existirem, ou terem existido, amieiros em grandes quantidades perto do rio e dos ribeiros que a banham. Refere a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, verdadeiro tratado sobre toponímia, em relação a este assunto:

"À primeira vista pode parecer moderno; mas nesta região do País de adusto povoamento, pode ser muito mais antigo - pelo menos, no caso mais recente, de um arcaico ameeiro (latim Amoenariut) para não se recuar demasiadamente ao étimo, este aliás bem justificado no significado botânico pela situação do local à borda do Tua, onde os amieiros podiam proliferar. Assim Amieiro não deve significar uma árvore isolada, mas ter o sentido arcaico de ameeiro, de acordo com o étimo: o conjunto das espécies vegetais que hoje tem o nome de amieiro."

História

Conta o povo muitas lendas sobre a fundação da freguesia. Uma delas refere-se a uma invasão de formigas no Amieiro velho, que obrigou as pessoas a abandonar o local e fundar o actual Amieiro. Mas a verdade é que o povoamento da freguesia deve mesmo ter começado em tempos pré-históricos. Aqui terá existido um castro de defesa natural. Comprova-o a topografia do local e alguns topónimos hagiográficos que nos remetem para cultos antiquíssimos de raiz pagã.

A freguesia foi um curato da apresentação da reitoria de Alijó. Esteve sob o domínio dos Távoras até passar para a coroa, depois do martírio a que foi sujeita aquela família, acusada de tentativa de regicídio pelo Marquês do Pombal.

Nasceu no Amieiro José Maria Teixeira da Rocha, benemérito que se notabilizou pelo apoio dado a algumas obras de carácter social levadas a cabo no concelho e na freguesia: o lar de idosos de Alijó, o infantário, a ponte, o cemitério, a igreja e a casa da cultura do Amieiro, entre outras. Foi dado o seu nome à praça fronteira ao pavilhão gimnodesportivo.

Economia

A sua economia é marcada pela agricultura. Os seus férteis terrenos, protegidos dos ventos norte e nordeste, propiciam o cultivo do vinho, azeite, laranja e produtos hortícolas.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"comments":"show","size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Amieiro","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.