António de Almeida Santos

António de Almeida Santos
Cabeça

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"antonio-de-almeida-santos","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"cabeca-seia","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


António de Almeida Santos nasceu em Cabeça, concelho de Seia, no dia 15 de fevereiro de 1926. Notabilizou-se como político, chegando a ocupar o cargo de Presidente da Assembleia da República.

Biografia

A sua mãe era natural de Loriga e o seu pai de Vide, localidade onde viveu alguns anos.

Licenciou-se em Direito pela Universidade de Coimbra em 1950. Foi intérprete do Canto e da Guitarra de Coimbra, devendo-se-lhe umas bem conhecidas «Variações em ré menor». Em 1953 fixou-se em Moçambique onde exerceu a advocacia. Na cidade de Lourenço Marques (hoje Maputo) pertenceu ao Grupo dos Democratas de Moçambique. Foi por duas vezes candidato às eleições para a Assembleia Nacional, em listas da Oposição e viu, em ambos os casos, anulada a sua candidatura por acto arbitrário da Administração Colonial.

Regressou a Portugal em 1974, a convite do então Presidente da República, António de Spínola. Foi Ministro da Coordenação Interterritorial dos I, II, III e IV Governos Provisórios com o estatuto de Independente. No VI Governo Provisório ocupou também o lugar de Ministro da Comunicação Social. No I Governo Constitucional tinha a seu cargo a pasta da Justiça. Filia-se, então, no Partido Socialista.

Foi ministro adjunto do Primeiro-Ministro no II Governo Constitucional. Desempenhou um papel determinante na primeira Revisão Constitucional em 1982. Foi Ministro de Estado e dos Assuntos Parlamentares, no Governo do Bloco Central, PS e PSD.

Nas Eleições Legislativas de 1985, encabeça a lista do PS como candidato a Primeiro Ministro, mas é derrotado por Cavaco Silva. Volta a ter de novo um papel preponderante na Revisão Constitucional de 88/89.

A partir de 1990, volta a destacar-se na direcção do PS, integrando o Secretariado Nacional. Em Outubro de 1995 é nomeado para o cargo de Presidente da Assembleia da República. Integrou o Conselho de Estado de 1985 a 2002. Ocupa o cargo honorário de Presidente do Partido Socialista desde 1992.

É autor de mais de uma dezena de obras literárias, incluindo ensaios jurídicos. Publicou a sua autobiografia em dois volumes no livro Quase Memórias (2006). É também membro da Maçonaria Portuguesa, sendo elemento de grau 33 (grau máximo da Maçonaria).

Distinções

Foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade. Em 2003 ganhou o Prémio Norte-Sul, atribuído pelo Conselho da Europa.

Artigos relacionados com Cabeça

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Ant\u00f3nio de Almeida Santos","order":"dateAddedDesc"}}

Fotografias da região

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Cabe\u00e7a, cabe\u00e7a pol\u00edtico, -Ant\u00f3nio de Almeida Santos","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.