Buraca

Buraca
Amadora



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"buraca","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Buraca é uma freguesia portuguesa do concelho da Amadora, com 1,66 km² de área e 16.061 habitantes (2001). Densidade: 9-698,7 hab/km².

Tem por orago Nossa Senhora Mãe de Deus.

Confina a Este, numa extensa frente, com a capital, Lisboa, a Oeste com a freguesia de Alfragide e a Norte com a da Damaia. No extremo sul da freguesia está situada a primeira loja Decathlon de Portugal, integrada numa das principais zonas comerciais da Grande Lisboa. Esta zona comercial estende-se igualmente pelas freguesias de Alfragide e, principalmente, de Carnaxide (concelho de Oeiras). Nesta freguesia situa-se também o Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa, a sede do Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação (INETI) e a Direcção-Geral do Ambiente (DGA).

História

Desenvolvida a partir de um pequeno núcleo de edificações construídas nos finais da década de 40 e primórdios da de 50, conhecido por “Bairro Tacha” a Freguesia da Buraca situa-se no quadrante Sul do Concelho da Amadora, ocupando uma área correspondente a 165,6 ha. A freguesia comemora o seu aniversário a 28 de Fevereiro, tendo sido empossados, em 21 de Janeiro de 1980, os primeiros autarcas eleitos na sequência das eleições autárquicas de 16 de Dezembro de 1979.

Demografia

Prevê-se um crescimento significativo da população motivado no desenvolvimento urbanístico do Bairro do Zambujal e no aumento expressivo dos moradores no Bairro do Alto da Cova da Moura, sobretudo das várias etnias africanas. Estimam-se em cerca de 7.000 o total de membros daquelas etnias (cabo-verdianos, angolanos, guineenses, moçambicanos, zairenses, entre outras). Um fenómeno recente na imigração é de registar, na medida em que nos bairros clandestinos surgem os imigrantes de leste, com origens diferenciadas como ucranianos, romenos e moldavos.

A densidade populacional ronda os cerca de 150 hab/ha, reportando aos dados oficiais, constatando, todavia, uma forte concentração de residentes em determinados bairros. Isto agrava significativamente os problemas com habitação, saneamento básico, abastecimento público, higiene, segurança, etc. Associado a estes vários estratos sociais está o problema das construções clandestinas que ainda não obteve das entidades oficiais responsáveis o desejável plano de reconversão e de recuperação do “tecido” urbano, agravando o enquadramento destes sectores da população a nível social, económico e cultural.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Buraca","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.