Carnaxide

Carnaxide
Oeiras



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"carnaxide","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Carnaxide é uma freguesia portuguesa do concelho de Oeiras, com 6,63 km² de área e 21.353 habitantes (2001). Densidade: 3.220,7 hab/km². Foi elevada a vila em 16 de Agosto de 1991. Tem por orago São Romão.

Topónimo

Carnaxide é um nome invulgar com possível origem no árabe «carna-axide» (monte de terra vermelha) ou do celta «carn-achad» (terra de pedras soltas).

História

Carnaxide aparece referida em documentação oficial apenas no século XIV. Fazia parte do Reguengo de Algés que se estendia da Ribeira de Alcântara ao Reguengo de Oeiras. Foi a primeira freguesia dos subúrbios da capital a ser criada e a terceira a nível nacional.

Local de passeio de nobres e poetas, de entre os quais se destacam o rei D. Pedro V (visita frequente), Almeida Garrett, Tomás Ribeiro, Camilo Castelo Branco entre outros, era descrita à época como "aprazível e de bons ares e muito abundante de excelentes águas". No reinado de D. José I após o terramoto de 1755 e incluído no plano de reconstrução e melhoramentos do Marquês de Pombal, foram construídos o Aqueduto e o Chafariz no centro da vila.

Foi elevada a vila em 16 de Agosto de 1991. Após a reorganização administrativa de 1993 a antiga freguesia de Carnaxide foi desdobrada em cinco: Carnaxide, Algés, Queijas, Cruz Quebrada - Dafundo e Linda-a-Velha. Antes desta reorganização a sua população ascendia a mais de 80.000 habitantes espalhados por 16 quilómetros quadrados, o que a tornava uma das maiores freguesias de Portugal.

Carnaxide é hoje a maior freguesia do concelho de Oeiras, constituída pelos aglomerados urbanos de Carnaxide, Outurela e Portela.

Economia

A sua principal actividade económica tem residido na presença de um número elevado de grandes empresas como a EFACEC, Sumol ou Mota-Engil, e no pequeno comércio. Mais recentemente, partilha com as vizinhas freguesias de Alfragide e Buraca (ambas no concelho da Amadora) uma das principais zonas comerciais de Lisboa, com vários centros comerciais como o Alegro (centro comercial), a IKEA (a primeira de Portugal), a Decathlon (também a primeira de Portugal), MAKRO, NORAUTO, Seaside Center, Media Markt, Moviflor, Continente, Jumbo, entre outros.

Também nela fica localizada a estação televisiva SIC.

Heráldica

Ordenação heráldica do brasão e bandeira publicada no Diário da República, III Série de 24/05/1996

Armas

Escudo de azul, torre hexagonal com lanternim, de prata (mãe d’água) com frestas de negro acompanhada em chefe de dois cachos de uvas de ouro, folhados do mesmo e em ponta de duas espigas de trigo de ouro, com os pés passados em aspa. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas: “CARNAXIDE “.

Bandeira

Esquartelada de azul e amarelo, cordões e borlas de ouro e azul. Haste e lança de ouro.

Património

  • Aqueduto das Águas Livres, seus aferentes e correlacionados (concelho de Oeiras: freguesia de Carnaxide)
  • Igreja de São Romão
  • Santuário da Senhora da Rocha

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Carnaxide","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.