Castanheiro do Sul

Castanheiro do Sul
São João da Pesqueira



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"castanheiro-do-sul","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Castanheiro do Sul é uma freguesia portuguesa do concelho de São João da Pesqueira, com 21,38 km² de área e 474 habitantes (2001). Densidade: 22,2 hab/km².

A freguesia de Castanheiro do Sul, situa-se no cimo de uma colina, junto à margem esquerda do rio Torto, e direita do Távora. Dista 4 km da aldeia de Pereiro e 8 km da de Desejosa. A sede do concelho, São João da Pesqueira, distrito de Viseu, fica-lhe a uma distância de cerca de 19 km.

Foi vila e sede de concelho até ao início do século XIX. Foi anexada ao concelho de Trevões onde permaneceu até à sua extinção em 1855. Para além da vila, era composto pelas freguesias de Espinhosa e Pereiro e tinha, em 1801, 781 habitantes em 34 km².

História

O povoamento inicial do território de Castanheiro do Sul deverá ser bastante remoto, a julgar pela proximidade dos rios já referidos, pois os povos primitivos procuravam locais onde a água fosse abundante, para se fixarem e aí cultivarem as terras que eram mais férteis.

O cura de Castanheiro do Sul era apresentado pelo Mosteiro de São Pedro de Águias, cenóbio que exerceu jurisdição espiritual, como também administrativamente sobre a freguesia. O Castanheiro do Sul teve Foral Novo, dado por D. Manuel I em Lisboa, a 1 de Fevereiro de 1514, abrangendo as localidades de Pereiro e Espinhosa e confirmando o concelho de Castanheiro. Como testemunha destes tempos de independência, encontram-se os topónimos "Vila Velha" e "Araia", assim como alguns momentos, como é o caso do Tribunal e da Cadeia. Infelizmente, o Pelourinho desapareceu com o terramoto de 1755, porém, ao que tudo indica, a sua base foi aproveitada para a construção, no mesmo local, de um cruzeiro. O concelho tinha dois juízes ordinários, dois vereadores e um procurador, constituindo-se assim os elementos da Câmara, que não era sujeita a outras justiças por ser um "couto" isento. Os Marqueses de Távora foram donatários da freguesia até 1759, data em que passou para a posse da Coroa. Após a exrinção do concelho, a freguesia de Castanheiro do Sul foi integrada no concelho de Trevões, até à extinção deste, a 24 de Outubro de 1855. Nesta data, passou a fazer parte do seu actual concelho: São João da Pesqueira.

Heráldica

Parecer emitido em 06 de Fevereiro de 2001 pela Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses, e que foi estabelecido, nos termos da alínea q) do nº 2 do artigo 17º do Decreto-Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, sob proposta desta Junta de Freguesia, em sessão da Assembleia de Freguesia de 13 de Maio de 2001, publicado no Diário da República nº 172 de 26 de Julho de 2001. Os Símbolos Heráldicos da Freguesia encontram-se registados na Direcção Geral das Autarquias Locais com o nº 269/2001 de 08 de Agosto de 2001.

Brasão

Escudo de azul, castanheiro arrancado de prata, folhado de ouro, com ouriços de verde; em chefe, coroa mariana de ouro, entre dois cachos de uvas de ouro, folhados de prata. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: "CASTANHEIRO do SUL".

Bandeira

Esquartelada de amarelo e azul. Cordão e borlas de ouro e azul. Haste e lança de ouro.

Selo

Nos termos da Lei, com a legenda: "Junta de Freguesia de Castanheiro do Sul - S. João da Pesqueira".

Simbologia

Coroa Mural, por via do Foral de D. Manuel I, de 1 de Fevereiro de 1514. O Castanheiro representa o topónimo da freguesia "Castanheiro" e a indústria transformadora de madeira. Os Cálices são uma homenagem ao excelente, secular e internacionalmente apreciado Vinho do Porto, de cuja Região Demarcada a freguesia faz parte. A Coroa Mariana representa o orago da freguesia, Nossa Senhora da Assunção. E os Cachos de Uvas representam a vitivinicultura, uma das actividades de Castanheiro do Sul.

Economia

Nesta freguesia fundou-se em 1947, a Cooperativa Agrícola de Utilidade Popular de Castanheiro do Sul, dedicada à produção do azeite, que era uma das principais fontes de recurso desta terra. A indústria corticeira é bastante importante nesta freguesia que se encontra inserida numa vasta área florestal. Actualmente, a vitivinicultura é uma actividade de grande destaque, pois o cultivo e produção de vinho contribuem bastante para a economia da freguesia.

A latoaria é uma arte que foi passando de pais para filhos, mantendo viva as memórias da tradição desta freguesia. Actualmente, esta actividade faz parte do artesanato da freguesia de Castanheiro do Sul.

Património

  • Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Assumpção
  • Capela de São Domingos
  • Capela do Mártir São Sebastião
  • Capela de Nossa Senhora de Belém
  • Campo de Futebol "Marco Longo"
  • Cruzeiro da Valado
  • Cruzeiro da Vila
  • Cooperativa Agrícola de Utilidade Popular - Lagar de Azeite - 1945
  • Forno do Cruzeiro
  • Forno do Pelourinho - sem actividade
  • Forno do Cabo da Vila - sem actividade
  • Fonte da Azinheira
  • Fonte da Vila Velha
  • Fonte Santa (?)
  • Fonte do Souto
  • Fontanário do Largo da Cancela
  • Escola Primária
  • Junta de Freguesia
  • Parque Infantil
  • Casas antigas

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Castanheiro do Sul","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.