Castelo

Castelo
Eiras

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"castelo-eiras","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"eiras-chaves","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Castelo, pequeno povoado da freguesia de Eiras, apenas a quatro quilómetros de Chaves, nasceu e cresceu à sombra de um castro. O seu topónimo advém-lhe dessa antiquíssima fortificação e lugar de refúgio, que porventura teve o seu princípio já nos remotos tempos pré-históricos. Na parte alta do povoado encontra-se uma pequena capelinha de Santiago, heróico patrono dos cavaleiros da cruz contra os sarraceno.

Em 2001 ali viviam 100 habitantes, repartidos igualmente por homens e mulheres, dos quais 30 tinham menos de 20 anos e 60 entre 20 e 65 anos, ou seja, é uma aldeia que sai fora do padrão da grande maioria das aldeias, em que a população é maioritariamente envelhecida. Claro que a distância de 4 quilómetros até à cidade de Chaves não é estranha a estes números.

Descrição

Embora das suas terras mais altas se aviste todo o vale e a cidade de Chaves, com vistas até privilegiadas, a aldeia do Castelo preferiu esconder-se e abrigar-se num encontro de montanhas e com vistas para si própria, num pequeno núcleo de casas. Embora bem mais próximo das Eiras, quase paredes-meias, é do Castelo que sai o caminho mais directo para São Lourenço, via miradouro.

A parte alta do povoado é formada por dois picos, separados por uma estreita garganta, localizando-se no cimo de um desses cabeços a capela de Santiago, heróico patrono dos cavaleiros da cruz contra os sarracenos. É muito credível que as invasões árabes tenham tido nesta envolvente da importante via romana a sua influência, havendo topónimos que as recordam como seja a designação de Rajado e o Penedo do Califa.

Toponímia

Quanto à origem do Castelo e ao seu topónimo, desenganem-se os que por lá esperam encontrar um castelo, pois tanto quanto se sabe, não existe nem nunca existiu, mas antes um pequeno povoado, que isso sim, nasceu e cresceu à sombra de um castro. O seu topónimo (tudo indica) que advém dessa antiquíssima fortificação e lugar de refúgio, que porventura teve o seu princípio já nos remotos tempos pré históricos. Junto a ele existe um megalito arredondado, forma dada pela erosão dos tempos, onde se observam insculturas que poderão representar que aquele conjunto granítico foi outrora um altar pagão.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Castelo","order":"dateAddedDesc"}}

Fotografias da região

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Eiras, castelo eiras, -Castelo","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.