Darque

Darque
Viana do Castelo



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"comments":"show","size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"darque","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Darque é uma freguesia portuguesa do concelho de Viana do Castelo, com 6,62 km²; de área e 7.798 habitantes (2001). Densidade: 1 177,9 hab/km²;

Também conhecida como vila das cebolas e do bacalhau dada a uma antiga seca do bacalhau existente em Darque. É também a terra que dá origem a louça de Viana. Em Darque também existe uma cultura desportiva muito influente sendo a canoagem um dos desportos mais praticados e com grandes resultados a nível nacionais também não esquecendo do futebol que bravamente joga nos campeonatos regionais mas dali não saem.

Na freguesia situa-se a afamada Praia do Cabedelo.

História

A origem do seu nome deve-se a uma vila romana que existiu junto ao rio, dirigida por um grande senhor chamado Arquius.

Darque foi em tempos remotos um lugar de Santa Maria das Areias. Sabe-se que já no século XIII a paróquia de Santa Maria das Areias existia, habitada por 26 casais distribuídos pelos lugares da Igreja, Rio, Cabedelo, Darque Maior (hoje lugar da Nossa Senhora das Areias) e Darque Menor (área que corresponde actualmente ao centro da freguesia).

Por falta de capacidade para sustentar o abade, a freguesia de Darque foi governada por párocos de Vila Nova de Anha até 1594, ano em São Sebastião passa a sede da paróquia. Nesse tempo o padroado fazia parte da casa de Bragança. No Cais Velho ainda existem hoje as ruínas dos Paços dos Duques de Bragança (o Mirante), dizendo a tradição que foi ali o castelo e o solar dos Macieis, fidalgos que vieram para para Portugal no século XII. Depois de pertencer ao concelho de Barcelos, a partir de 6 de Novembro de 1836 foi integrada em Viana do Castelo. No Cais Novo, lugar da freguesia da Vila de Darque, foi fundada em 1774 a famosa fábrica de Louça de Viana e, já no século XX, a seca do bacalhau.

Economia

A vida de Darque esteve sempre ligada ao rio e também foi durante muitos anos um dos principais centros agrícolas. As suas salinas foram uma grande referência desde 1085 (actualmente estão esquecidas) e os barcos de água arriba, de velas altas, com 12 metros de comprimento, carregando até 15 toneladas, era o meio de transporte privilegiado para o comércio de produtos ao longo de toda a margem sul do rio Lima.

Património

Existem em Darque muitas belezas naturais como o Monte do Galeão, o Mar e o Rio. E as suas principais atracções são a Quinta de Santoinho e a Praia do Cabedelo.

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"comments":"show","size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Darque","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.