Envendos

Envendos
Mação



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"envendos","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Envendos é uma freguesia portuguesa do concelho de Mação, com 92,86 km² de área e 1.282 habitantes (2001). Densidade: 13,8 hab/km².

Localizada na zona oriental do concelho, Envendos confina com as freguesias de Mação a oeste, Carvoeiro a norte, Belver (no concelho de Gavião) a Sul, São Pedro do Esteval (no concelho de Proença-a-Nova) a nordeste e Amieira do Tejo (no concelho de Nisa) a sudeste.

A sua principal riqueza, desde o seu acentuado despovoamento das décadas de 60 e 70 do século XX, limitava-se à sua mancha verde de pinhal que foi integralmente consumida nos incêndios do início de Agosto de 2003.

Localidades

A freguesia é composta pelas seguintes aldeias:
Alpalhão, Avessada, Barca da Amieira, Carrascal, Envendos, Ladeira, Maxial, Rebique, São José das Matas, Sanguinheira, Vale da Gama, Vale da Mua, Vale de Junco, Vale do Coelho, Vale de Grou, Venda Nova, Vilar da Lapa, Zimbreira, Zimbreirinha.

Toponímia

A designação de Envendos é de origem duvidosa afirmando tratar-se de uma corruptela de Em- Os –Vendo. No entanto, segundo o toponímista Dr. Joaquim da Silveira seria a sequência evolutiva do primitivo nome Evenandus que passa para Eveando – Evendo – Enveendo – Envêdo- Envendo – Envendos. Envendo é um velho nome de pessoa, simples variante evolutiva de Envendo formas românicas de origem germânica.

História

De influência Romana existem duas pontes como testemunha as de Vale da Mua e de Pracana (Ladeira). Sabe-se que nesta zona existiram explorações de ouro levadas a cabo por cartagineses e romanos. Em vários locais da freguesia foram encontrados vestígios da fixação romana com a descoberta de VILLAE (aglomerados populacionais), como também vários vestígios de peças de cerâmica nas proximidades do Tejo e Ocreza onde se desenvolviam actividades como a pesca, agricultura e exploração mineira.

A fundação de Envendos remonta aos primeiros dias da nacionalidade e parece terem sido os Hospitalários de Belver, mais tarde Ordem de Malta na ajuda de reconquista a D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, os seus promotores. Estuda-se a possibilidade de no seu cortejo fúnebre após a sua morte em Estremoz a caminho de Coimbra, Amieira, tenha sido local de passagem da Rainha Santa Isabel.

O Foral de Envendos foi concedido em 18 de Maio de 1518 pelo Rei D. Manuel I. Foi vila e sede de concelho até 6 de Novembro de 1836. Era constituído apenas por uma freguesia.

Património

De realce na freguesia de Envendos existe a Igreja de Nossa Senhora da Graça, edifício do século XVII com três naves onde se destacam vários elementos arquitectónicos como colunas oitavadas, púlpito de cálice de forma pouco comum, um prato de oferta de cobre lavrado e o portal de arco perfeito com um fecho onde existe uma cruz de malta esculpida.

Uma grande parte da nomeada de Envendos provém das suas águas de Ladeira de Envendos que se podem recolher directamente do manancial ou adquirir em garrafas comercializadas. E são as águas das termas da Ladeira as quais constituem uma “bênção” para a cura de doenças dermatológicas, ortio-mio-articulares, cardiocirculatória, digestivas, nefro-urinárias e metabólicas.

  • Ermida de Nossa Senhora do Pranto
  • Ponte da Ladeira dos Envendos, sobre a ribeira de Pracana
  • Igreja Matriz de Envendos
  • Capela de São Francisco
  • Capela de Nossa Senhora de Fátima
  • Capela de São João
  • Capela de São Bartolomeu
  • Capela de Nossa Senhora das Dores
  • Capela de Santo Cristo
  • Capela de Nossa Senhora da Saúde
  • Capela de São Lourenço
  • Capela do Espírito Santo
  • Capela de Nossa Senhora dos Remédios
  • Ermida de Santo António
  • Ermida de São José
  • Ermida de Nossa Senhora da Conceição
  • Igreja de São José das Matas
  • Gravuras rupestres do paleolítico no Ocreza, Ladeira, Serra da Forca, Barragem da Pracana, e Castelo Velho.
  • Pego da Rainha (na Zimbreira)

Economia

Silvicultura, agricultura, indústria de carnes de madeiras e conserveira (azeitona), água medicinal, serralharia civil, pequeno comércio, apicultura, pastorícia.

Feiras

  • Anual (primeiro domingo de Setembro)

Festas e romarias

  • Mártir São Sebastião (segundo fim de semana de Setembro)

Gastronomia

  • Maranhos, sarrabulho
  • Doçaria: bolo de mel, bolos dos Santos, broinhas de mel e cavacas

Associativismo

  • Centro Social Cultural e Desportivo de Envendos
  • Associação Desportiva São José das Matas
  • Associação Cultural e Desportiva da Ladeira
  • Cooperativa Agrícola de Envendos
  • Cooperativa Agrícola das Matas e Olimua
  • Cooperativa Olivicultores Vale da Mua

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Envendos","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.