Francisco Silva Ericeira

Francisco Silva Ericeira
Ericeira

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"francisco-silva-ericeira","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"ericeira","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Francisco José da Silva Ericeira

Natural da Ericeira nasceu no dia 24 de Fevereiro de 1800, uma Segunda – Feira. Bairrista ferrenho e patriota da sua terra Francisco José da Silva Ericeira (nome de baptismo) , lutou contra elementos estranhos à sua terra natal. Foi oficial da Marinha Mercante em capitão de navios, mais tarde acabou por abandonar esta actividade para se dedicar às suas propriedades, politicamente foi Presidente da Câmara e administrador do Concelho. Em 1845 foi nomeado tenente da Armada não descorando o cargo que tinha na Paróquia da Ericeira. António Bento Franco proferia que Francisco Ericeira era um homem ligado ao bem e ao desenvolvimento da sua terra, antes e após o extermínio do Concelho, era combativo e corajoso. No «Diário Ilustrado» de 29 de Outubro de 1874 Luís Palmeirim diz que o conheceu há cerca de doze anos e reteve a figura do capitão de navios: fisicamente tinha a tez requeimada devido ao calor dos sóis, possuía um olho vivo e perscrutador de quem estava acostumado a sondar os abismos das águas. Em 1861 foi fundado o Clube Desportivo Ericeirense em piso térreo mandado construir por Francisco José da Silva Ericeira, no dito salão realizavam-se concertos, jogos, saraus e bailes. Em 1919 reabre o antigo Clube como Grande Casino, após algumas obras de remodelação em 1924. Em 1927 Joaquim Ferreira transforma-o em Cine – Casino e inclui um restaurante no 1º andar. O edifício encerra em 1980, e a 31 de Julho de 1995 foi inaugurada como Casa de Cultura com o nome do grande vulto ericeirense Jaime Lobo e Silva. Francisco Ericeira foi homenageado pelo aguarelista Alberto de Sousa com uma bonita fonte que em 1926 a Junta de Turismo mandou construir. Tem o seu nome numa rua da vila onde nasceu que primeiramente a dita rua teve como topónimo Rua do Gerardo, designação de século XVIII, que perdurou até ao segundo quartel do século XIX em homenagem a Gerardo Pereira Rodrigues que exerceu um cargo militar no Forte de Mil Regos. O militar pereceu em 1798. Segundo Bento Franco, Pereira Rodrigues foi Regedor na Ericeira durante vários anos. Nos finais dos anos XX a rua obteve o topónimo de Rua do Conselheiro, este nome permaneceu até Fevereiro de 1910, actualmente é a Rua do Ericeira. Presentemente a Rua Gerardo Pereira Rodrigues situa-se junto ao cemitério. Francisco José da Silva Ericeira faleceu num domingo, no dia 15 de Janeiro de 1871. Primeiramente ficou no Cemitério das Andorinhas, mas a partir de 4 de Maio de 1902 as suas relíquias ou restos mortais permanecem no Cemitério do Mato da Cruz. Francisco Ericeira deixou em testamento para que escrevessem na sua campa os seguintes versos:
« Eu desta vida só fico contente que a minha terra amei e a minha gente »

Pedro Ribeiro, Ericeira.

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Francisco Silva Ericeira","order":"dateAddedDesc"}}

Fotografias da região

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Ericeira, , -Francisco Silva Ericeira","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.