Mirandela

Mirandela
Sub-região Alto Trás-os-Montes



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"mirandela","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}

Foto de Vítor Oliveira

Lista de Municípios Portugueses

anuncio100x60.png


Mirandela é uma cidade portuguesa situada nas margens do rio Tua, pertencente ao Distrito de Bragança, Região Norte e sub-região Alto Trás-os-Montes, com cerca de 11.100 habitantes.

É sede de um município com 658,45 km² de área e 25.742 habitantes (2001), subdividido em 37 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Vinhais, a leste por Macedo de Cavaleiros, a sul por Vila Flor e por Carrazeda de Ansiães e a oeste por Murça e Valpaços.

Caladunum era nome da actual cidade de Mirandela. Na cidade de Mirandela estão dos melhores valores arquitectónicos do concelho, como o Palácio dos Távoras, imponente construção nobre reedificada no século XVII, o Palácio dos Condes de Vinhais, a cerca amuralhada da qual resta apenas a Porta de Santo António, a ponte velha, que continua a constituir uma incógnita quanto à data de construção e que constituem valores patrimoniais e a cultura de um povo. Em Mirandela nasceu também, com exemplo dado, o conceito de cidade jardim. O culto da flor invadiu todos os espaços. Milhares de belas flores estendem-se por uma cidade inteira que vale a pena visitar.

Freguesias

História

Por todo o concelho há vestígios de povoamento pré-histórico, bem documentado por monumentos megalíticos e diversos castros. Os povos da idade do bronze desenvolveram uma intensa actividade mineira explorando o estanho, o cobre, o arsénio e ouro como é o caso do “buraco da pala”, situado na freguesia de Passos, que foi identificado um caso de metalurgia primitiva de ouro entre 2800-2500 a. C. Os romanos, não podendo ficar insensíveis ao minério, também aqui se estabeleceram deixando as marcas da sua civilização.

Logo no século VI, o paroquial Suevo dá-nos conta da existência de “Laetera”, enigmática e vasta circunscrição administrativa que corresponde à mesma área onde nasceu o concelho de Mirandela. A importante e medieval “terra de Ledra”estender-se-ia pela quase totalidade do actual concelho e por parte do de Vinhais, compreendendo ainda um reduzida porção do concelho de Mirandela. No dealbar do século XIII, já esta terra se encontrava dividida em três julgados: Lamas de Orelhão, Mirandela e Torre de D. Chama. Todas estas povoações receberam foral e se constituíram em concelhos. Mirandela recebeu assim de D. Afonso III carta foral a 25 de Maio de 1250.

De 1835 a 1871, as reformas liberais extinguiram-nos, restando-lhes a memória desses tempos de autonomia. Em 1884, o concelho de Mirandela passa a ter delimitações geográficas conforme as actuais.

Cronologia

  • 1250 - Criação do concelho de Mirandela. Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Afonso III, a 25 de Maio de 1250.
  • 1282 - A vila de Mirandela é transferida do lugar denominado por "Castelo Velho" para o Cabeço de São Miguel, (local onde hoje está situada). Carta de transferências passada por El-Rei D. Dinis em 2 de Setembro de 1282.
  • 1287 - Criação do concelho de Torre Dona Chama. Foral dado a Torre Dona Chama por El-Rei D. Dinis 25 de 1287.
  • 1291 - Definição dos primeiros limites geográficos do concelho de Mirandela. Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Dinis, a 7 de Março de 1291.
  • 1293 - Extinção do concelho de Torre Dona Chama. Carta passada por El-Rei D. Dinis em 30 de Setembro de 1293.
  • 1295 - Instituída a primeira "Feira" em Mirandela
  • 1299 - Restabelecido de novo o concelho de Torre Dona Chama. Foral dado a Torre D. Chama por El-Rei D. Dinis - 25 de Março de 1299.
  • 1303 - Confirmação definitiva do restabelecimento do concelho de Torre Dona Chama.
  • 1512 - Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Manuel, a 1 de Julho de 1512. Foral dado a Torre Dona Chama por El-rei D. Manuel, a 4 de Maio de 1512.
  • 1513 - Foral dado a Frechas por El-Rei D. Manuel, a 10 de Março de 1513.
  • 1514 - Foral dado a Vale de Asnes por El-Rei D. Manuel, a 11 de Julho de 1514. Foral dado a Abreiro por El-Rei D. Manuel, a 2 de Agosto de 1514.
  • 1515 - Foral dado a Lamas de Orelhão por El-Rei D. Manuel, a 15 de Julho de 1515.
  • 1517 - Criação da Comenda de Santa Maria Madalena de Mirandela.
  • 1518 - Fundação da Santa Casa da Misericórdia de Mirandela.
  • 1835 - Criação da Comarca de Mirandela. Extintos os concelhos de Lamas de Orelhão e Frechas.
  • 1836 - Extinto o concelho de Abreiro.
  • 1855 - Extinto o concelho de Torre Dona Chama.
  • 1871 - Extinto o concelho de Vale de Asnes.
  • 1883 Criação da Corporação de Bombeiros Voluntários de Mirandela.
  • 1884 - O concelho de Mirandela passa a ter delimitações geográficas conforme as actuais.
  • 1887 - Inauguração do caminho-de-ferro de Foz-Tua a Mirandela, a27 de Setembro 1887.
  • 1919 - Publicação de um Decreto governamental, pelo qual é conferida à Vila de Mirandela o oficialato da Ordem da Torre e espada, do Valor, Lealdade e Mérito.
  • 1935 - Publicação de uma Portaria governamental que designa a constituição heráldica das Armas, Bandeira e Selo da Vila de Mirandela.
  • 1960 - Instalação do Complexo Agro-Industrial do Cachão.
  • 1978 - Instalação da Direcção-Regional de Trás-os-Montes do Ministério da Agricultura.
  • 1984 - Elevação de Mirandela a Cidade

Personalidades

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Mirandela","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.