Monção

Monção
Sub-região Minho Lima



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"moncao","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}

Foto de Vítor Oliveira

Lista de Municípios Portugueses

anuncio100x60.png


Monção é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo com cerca de 2.600 habitantes.

É sede de um município com 211,51 km² de área e 19.957 habitantes (2001), subdividido em 33 freguesias. O município é limitado a norte pela Espanha, a leste pelo município de Melgaço, a sul por Arcos de Valdevez, a sudoeste por Paredes de Coura e a oeste por Valença. O ponto mais alto do concelho no alto de Santo António, com 1.114 metros de altitude, na freguesia de Riba de Mouro.

O Concelho de Monção situa-se no limite norte de Portugal, inserindo-se na região do Alto Minho juntamente com mais nove municípios. Estabelece fronteira com Espanha, através do Rio Minho.

Para fins administrativos e estatísticos, o Concelho de Monção pertence à Região Norte de Portugal, enquadrando-se na sub-região Minho-Lima, compreendendo 33 freguesias. Servido por óptimas vias de comunicação, o concelho está localizado a sensivelmente 120 Km do Porto, 70 Km de Viana do Castelo e Braga, 35 Km de Vigo e 32 Km da fronteira de São Gregório.

Freguesias

Geografia

As condições geográficas constituem factores essenciais na definição de unidades territoriais, sendo importante o contributo directo e indirecto das suas características para determinar aptidões, capacidades e potencialidades de determinada região.

Relativamente ao concelho de Monção, o nível altimétrico varia entre as zonas da várzea e terrenos fluviais junto ao Rio Minho, e a zonas montanhosas, cujas principais cotas são, por ordem crescente, Santo António (1.114 metros), Fonte Boa (925 metros) Chã de Éguas (751 metros), e Bustavade (743 metros) Nos vários estudos efectuados no concelho, verifica-se que as variações do relevo entre as áreas baixas do concelho, situadas abaixo dos 100 metros de altitude, ocupam cerca de 20% do território, igualando com as áreas montanhosas superiores a 500 metros.

Clima

O clima de Monção é favorecido pelas massas de ar marítimo devido à proximidade do litoral, conjugada com uma situação de variação altimétrica e ocupação do solo que favorecem a ocorrência de microclimas.Os verões, em geral, são moderados, sem amplitudes térmicas marcadas. Os meses de Julho, Agosto e Setembro, são os mais quentes do ano e as temperaturas variam entre os 10ºC e os 20ºC de média aproximada. O mês mais frio, Dezembro, apresenta em termos de temperatura média, valores similares em toda a região, que rondam os 9ºC. A humidade relativa do ar apresenta valores médios anuais entre os 80 e 85% na zona Este, crescendo para valores superiores a 85% na zona mais atlântica do concelho.

A ocorrência de índices de geada dá-se fundamentalmente nos meses de Janeiro, Fevereiro e Dezembro. A precipitação anual ronda os 1000 mm junto ao rio Minho, crescendo esses valores à medida que se avança para sul, chegando a atingir até 2000 mm nas zonas mais elevadas e de marcada exposição atlântica. O concelho varia entre as zonas da várzea e terrenos fluviais junto ao Rio Minho, e a zona de montanha onde atinge a cota de 1.114 metros no limite sudoeste do concelho (Santo António), freguesia de Riba de Mouro.

História

Monção teve carta de foral de D. Afonso III datada de 12 de Março de 1261.

Tornou-se célebre no decurso das guerras fernandinas, devido à enérgica acção de Deuladeu Martins, esposa do alcaide local, que conseguiu pôr fim ao cerco que os castelhanos lhe impuseram, atirando-lhes com os seus últimos víveres. É esse o motivo pelo qual ainda hoje aparece, nas armas desta vila, uma mulher a meio corpo, em cima de uma torre, brandindo com um pão em cada uma das mãos; à sua volta surge, numa bordadura, a divisa da vila, corruptela do nome da heroína: «Deus o deu, Deus o há dado». Gil Vasques Bacelar I, marido de D. Sancha Pires de Abreu foi Governador e alcaide-mor desta vila.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Mon\u00e7\u00e3o","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.