Nossa Senhora de Guadalupe

Nossa Senhora de Guadalupe
Évora



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"nossa-senhora-de-guadalupe","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Nossa Senhora de Guadalupe é uma freguesia portuguesa do concelho de Évora, com 68,66 km² de área e 495 habitantes (2001). Densidade: 7,2 h/km².

Fica a 13 km da cidade eborense e encontra-se limitada pelas freguesias de Nossa Senhora da Tourega, Nossa Senhora da Boa-Fé, São Sebastião da Giesteira e Nossa Senhora da Vila, pertencente ao concelho de Montemor-o-Novo.

Localidades

A ocupar a área anteriormente pertencente à extinta freguesia de São Matias, tem como principal povoação a aldeia de Guadalupe. Monte das Pedras e São Matias, sede de uma extinta freguesia do século XVI, são outros dos lugares de referência desta localidade.

Toponímia

O orago da freguesia é Nossa Senhora de Guadalupe. O culto desta santa, declarada padroeira de toda a América, em 1945, pelo Papa Pio XII, está intimamente ligado ao processo de evangelização do México, que até essa altura se tinha revelado bastante moroso e difícil. O nome da freguesia advém de uma ermida dedicada a Nossa Senhora de Guadalupe. Erigida no local onde existiu, noutros tempos, um pequeno oratório, foi inaugurada solenemente apenas em 1615, seis anos depois da sua fundação.

História

A aldeia de Guadalupe, outrora Água de Lupe, alberga nas suas fronteiras vestígios importantes do megalitismo. Há milhares de anos atrás o homem ocupou a zona envolvente à actual freguesia, por se tratar de uma zona fértil, com paisagem e clima propícios à prática agrícola. Diversas antas, cromeleques, menires, grutas com gravuras e outras ruínas, são marcas dessa presença.

Nossa Senhora de Guadalupe é uma das mais recentes freguesias do concelho de Évora. Nasceu a partir da freguesia de Nossa Senhora da Graça do Divor, pelo Decreto Lei nº 128/85 de 4 de Outubro.

Heráldica

Brasão

O brasão da freguesia é composto por um sobreiro de ouro, frutado de verde, troncado e arrancado de prata e descortiçado de vermelho, representativo da extracção de cortiça, uma das actividades que ainda persiste na freguesia. Do lado direito vê-se indistintamente uma oliveira de ouro, frutada de negro e desenraizada de prata, colocados em faixa, a simbolizar aquela que foi, em tempos, a mais importante actividade da freguesia. Nos extremos verticais encontramos, em cima, uma flor-de-lis de prata e em ponta, em baixo, um dólmen de ouro, a realçar a riqueza arqueológica da aldeia.

Património

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Nossa Senhora de Guadalupe","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.