Portela do Fojo

Portela do Fojo
Pampilhosa da Serra



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"portela-do-fojo","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


A Portela do Fojo é uma freguesia portuguesa do concelho de Pampilhosa da Serra, com 37,87 km² de área e 572 habitantes (2001). Densidade: 15,1 hab/km².

A freguesia foi criada em 1795 por desmembramento da freguesia de Alvares. Pertenceu ao concelho de Alvares até à extinção deste, em 24 de Outubro de 1855. A freguesia é banhada pelo rio Unhais e pela albufeira da Barragem do Cabril.

Localidades

História

Apesar da freguesia de Portela do Fojo ser de criação relativamente recente, a presença humana na freguesia é contudo milenar. Ao que parece os primeiros habitantes da freguesia terão residido num local conhecido actualmente como Cabeço Murado, um local perto da aldeia de Trinhão que hoje se encontra terraplanado para a plantação de eucaliptos. Batata e Gaspar (1993) referem que nada existe hoje nesse local.

Em 1281, foi dada carta de foral à Herdade de Alvares, concelho a que pertenceu Portela do Fojo até 1854. A freguesia de Portela do Fojo embora oficialmente criada em 1792, só se assumiria como freguesia em 1/11/1795, após a construção da sua igreja paroquial. Integrava os lugares de Trinhão e Várzeas, que até aí pertenciam à freguesia de Madeirã e ao concelho de Álvaro; Vilar de Amoreira, Padrões, Folgares, Amoreira Cimeira e Fundeira, Indioso e Soutelinho que haviam pertencido até àquela data à freguesia de Alvares. Em termos administrativos ficou a nova freguesia dependente do concelho de Alvares, onde permaneceu até 24/10/1855, altura em que este foi extinto, passando a integrar o de Pampilhosa, onde permanece até hoje.

A paróquia de Portela do Fojo de invocação de Nossa Senhora da Paz , cujo cura era apresentado pelo Colégio da Sapiência de Coimbra, integrou o Bispado da Guarda até 4/9/1882, altura em que passou para o de Coimbra. A capela-mor da igreja matriz foi inaugurada em 1/11/1795, tendo por orago Nossa Senhora da Paz, que era já venerada na capela do Trinhão.

Em 11 de Março de 1951, deu-se a instalação do primeiro telefone na freguesia, graças à intervenção de Marcelo Caetano. A povoação de Vilar da Amoreira, existente pelo menos desde 1614, viria a ficar submersa em meados de Março de 1954, após a conclusão da Barragem do Cabril (albufeira no rio Zêzere), tal como as pontes de Amoreira e de Padrões.

Heráldica

Os símbolos heráldicos de Portela do Fojo constam do Diário da República IIIª Série, n.º 166/96, de 1996-07-19 (páginas 12.553 e 12.554). Em baixo está a transcrição:

«Fernando Simões Valente, presidente da Junta de Freguesia de Portela do Fojo, concelho de Pampilhosa da Serra:

Torna pública a ordenação heráldica do brasão, bandeira e selo branco da freguesia de Portela do Fojo, tendo em conta o parecer da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses de 24 de Janeiro de 1996, que foi aprovado sob proposta da Junta de Freguesia na sessão ordinária da Assembleia de Freguesia de 14 de Abril de 1996.

Ordenação heráldica do brasão, bandeira e selo da freguesia de Portela do Fojo, município de Pampilhosa da Serra:

Brasão – escudo de prata, um pinheiro arrancado de verde, com pinhas de ouro, acompanhado em chefe de suas abelhas de sua cor; planície de alvenaria de vermelho, lavrada de prata. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: “PORTELA DO FOJO”»

Património

Património Edificado

  • Igreja Matriz de Portela do Fojo
  • Capelas de Santa Bárbara, Santa de Guadalupe de de Nossa Senhora do Ó
  • Pontes de Burtieiro e do Porto

Património Natural

  • Quinta de Padrões
  • Lugar do Porto
  • Monte do Trigo
  • Praia fluvial
  • Albufeira da barragem do Cabril
  • Zonas de pesca fluvial de Trinhão

Festas e romarias

  • Nossa Senhora da Paz (segundo domingo de Agosto)
  • Santa Bárbara (4 de Dezembro)
  • Nossa Senhora do Ó (terceiro domingo de Agosto)
  • Nossa Senhora do Remédios (primeiro domingo de Agosto)

Flora

O solo rico em xisto não é propício para a agricultura, mas é bom para a exploração florestal, todo o concelho da Pampilhosa da Serra está inserido na subregião Pinhal Interior Norte. As principais espécies florestais são a carqueja, o castanheiro, o eucalipto, o feto, a lantisca, o medronheiro, o pinheiro-bravo, o tojo, o trovisco e a urze, entre outras.

Economia

A freguesia vive da agricultura, pecuária, pequena indústria (artesanato) e pequeno comércio.

Gastronomia

As principais especialidades gastronómicas da freguesia de Portela do Fojo são:

  • Chanfana
  • Pão-de-ló
  • Filhós

Artesanato

Na freguesia de Portela do Fojo fazem-se trabalhos de renda e tecelagem de mantas de farrapos.

Colectividades

As principais colectividades da freguesia são:

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Portela do Fojo","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.