Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime

Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime
Boliqueime

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"rancho-folclorico-da-casa-do-povo-de-boliqueime","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"boliqueime","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime foi fundado em 10 de Junho de 1984. Depois de muitos anos de sucesso a nível regional e nacional teve algum tempo de desactivação. Há sensivelmente três anos um grupo de pessoas de Boliqueime juntou-se para voltar a recriar um dos grandes símbolos da nossa freguesia, o Rancho Folclórico. Com a ajuda de uma nova colectividade (Associação Cultural) foi possível o renascimento do Rancho de Boliqueime, que havia sido em tempos um dos grandes orgulhos das gentes da nossa terra. Em 2002 o grupo voltou às origens e a 10 de Junho completou 18 anos desde a sua criação.

Hoje em dia, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime conta com um vasto repertório de danças e cantares, de trajos e instrumentos, que fazem parte de um rico espólio. Muita dessa riqueza deve-se a um trabalho intenso feito ao longo dos anos áureos do nosso Rancho. Foi feito um trabalho de recolha de trajos, alfaias agrícolas e caseiras, usos, costumes, gastronomia, bruxaria, danças e cantares da sua região.

Este Rancho tem participado de Norte a Sul do país, em Festivais de Folclore e também participou nos IV Jogos Mundiais da Paz em Marrocos, Fes, Meknes e Ifrane.

Dos seus trajos - noivos. lavradores, abastados, religiosos, moças casadoiras, destacou-se sobretudo os trajos de trabalho rural na apanha dos frutos secos, alfarrobas, amêndoas e figos, o de ceifeiros e os de trabalho caseiro na confecção do pão e da empreita, que é o nosso artesanato. Também nas nossas danças, para além de balhos de roda e em cadeado, o Corrido e o Balho de Gana, há a destacar o Balho Teso, pois era com ele que se acabavam todos os bailes de salão da nossa terra. Depois do acordeonista, já cansado de tocar toda a noite, rompia com uma música rápida (um corrido) e a dança começava mais violenta. As raparigas tinham de fugir para junto das mães e os rapazes continuavam barquiando-se para ver qual o mais forte.

Ligações externas

Artigos relacionados com Boliqueime

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Rancho Folcl\u00f3rico da Casa do Povo de Boliqueime","order":"dateAddedDesc"}}

Fotografias da região

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Boliqueime, boliqueime rancho-folcl\u00f3rico, -Rancho Folcl\u00f3rico da Casa do Povo de Boliqueime","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.