São Paio do Mondego

São Paio do Mondego
Penacova



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"sao-paio-do-mondego","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


São Paio do Mondego é uma freguesia portuguesa do concelho de Penacova, com 8,74 km² de área e 259 habitantes (2001). Densidade: 29,6 hab/km². Designou-se São Paio de Farinha Podre até à década de 1980.

São Paio de Mondego situa-se a 4 km a sul da margem esquerda do rio Mondego, a cerca de 2 km do IC7 e a 17 km de Penacova, sendo a segunda mais pequena freguesia do concelho.

História

Fez parte do concelho de Farinha Podre, hoje São Pedro d’Alva. Em 1290 D. Dinis pela inquisição ordenou que o mordomo régio de Penacova entrasse nos lugares de São Pedro d'Alva, São Paio do Mondego, Paradela da Cortiça e Lufreu. Por decreto de 31 de Dezembro de 1853, São Paio da Farinha Podre passou a ser sede de uma nova freguesia do concelho de Penacova. Antes pertenceu ao concelho de Tábua.

A 28 de Setembro de 1985 de acordo com o Decreto-Lei nº 74/85, foi aprovada, pela Assembleia da República, a alteração do nome da freguesia para São Paio de Mondego. A opção veio pela proximidade com o rio Mondego.

Festas e romarias

Festa das Ermidas

Há mais de 360 anos que se realizam os festejos de Nossa Senhora das Neves, em Ermidas, de São Paio de Mondego. São muitas as pessoas que participam nos seus festejos que decorrem no recinto conhecido como o "Santuário Mariano". O Monumento deste santuário é a capela de Nossa Senhora das Neves, de 1632.

Do programa da festa, salienta-se a parte recreativa e a parte religiosa, das quais constam o cumprimento das várias promessas dos fiéis e a realização de uma procissão acompanhada com os santos da igreja e ornamentada pela presença do Corpo da Irmandade, dos Meninos da Cruzada e de uma Filarmónica convidada.

Lenda da Senhora das Neves

Sobre a Senhora das Neves conta a lenda, que, certo dia, uma criança pediu pão à mãe, mas esta não tinha para lho dar, mandando-a com o seu rebanho, ao chegar ao cimo do monte com o seu rebanho a criança ouviu uma voz que lhe disse para regressar a casa que a mãe já tinha pão. Esta história repetiu-se várias vezes até que a mãe acompanhou a criança ao monte e deparou-se com uma bela imagem entre os ramos da carvalha. O povo transportou esta imagem para a igreja da aldeia, mas, no domingo seguinte já tinha desaparecido e regressou à dita carvalha. Decidiu-se construir uma Ermida no local, actualmente restaurada. Respeitando este "milagre" o povo, no sábado da festa, leva a imagem da Nossa Senhora das Neves para a Igreja de S. Paio, para no dia seguinte se fazer a procissão levando-a para a sua Ermida.

Festa do Senhor de São Paio

É uma festa religiosa celebrada em honra do padroeiro da povoação, São Paio, que se realiza todos os anos no dia 26 de Junho. Consta desta festa uma missa seguida de procissão pelas ruas de São Paio. É este o dia escolhido para as crianças da catequese procederem à sua primeira comunhão ou à comunhão solene.

Património

Recomenda-se uma visita à Igreja Matriz da freguesia, cujo patrono é São Paio. A igreja é um monumento arquitectónico de fachada simples datado de 1740. O interior deste monumento serviu, durante muitos anos de sepultura a muitos dos nossos antepassados. Aquando das invasões francesas esta Igreja sofreu grandes estragos, provocados por um incêndio. Foi reconstruída em 1813 e restaurada em 1996.

A 500 metros do centro da povoação de São Paio fica o lugar das Ermidas, onde existe um grande recinto composto por duas capelas: a Capela de Nossa Senhora das Neves e a Capela de Nosso Senhor do Calvário, enriquecidas pela presença, no mesmo recinto, do coreto, da quermessse, do dancing, do bar da capela e dos famosos Eucaliptos Centenários que deliciam os visitantes com as imensas sombras que proporcionam.

Em 1942 foi inaugurado um chafariz construído com a boa vontade dos moradores e com a comparticipação dos Melhoramentos Rurais. A água que jorra deste chafariz é proveniente de uma nascente e canalizada até à povoação.

Existe ainda a Fonte do Ribeiro, precisamente por se encontrar junto a um curso de água.

No que diz respeito ao património paisagístico, São Paio desfruta de um quadro magnífico proporcionado pelo rio Mondego e pelas suas margens, e pela Albufeira da Barragem da Aguieira.

Associativismo

A 5 de Junho de 1981 foi constituída a Associação Cultural e Desportiva de São Paio, que tinha como finalidade desenvolver diversas modalidades desportivas, incluindo campeonatos regionais de motocross, tiro aos pratos, torneios de futebol e bailes. Ultimamente, a Associação tem-se dedicado apenas à realização de alguns bailes e de torneios. A Associação contribui com o seu apoio, cedendo a sua sala aos cursos do 2º Ciclo do Ensino Recorrente; de "Corte e Costura" e de Actualização no âmbito da Educação Extra-Escolar.

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"S\u00e3o Paio do Mondego","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.