Seia

Seia
Sub-região Serra da Estrela



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"seia","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}

Foto de Vítor Oliveira

Lista de Municípios Portugueses

anuncio100x60.png


Seia é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito da Guarda, Região Centro e sub-região Serra da Estrela, com cerca de 5.700 habitantes. É a segunda maior cidade da sub-região, só suplantada pela Covilhã, e uma das maiores cidades do Distrito da Guarda. Pertence à grande área metropolitana de Viseu e fica sensivelmente equidistante entre as cidades da Guarda e Viseu. É neste concelho que se situa o ponto mais elevado de Portugal Continental e o segundo ponto mais alto de todo o país, apenas atrás da Montanha do Pico, nos Açores.

Geografia

É sede de um município com 435,92 km² de área e 28.145 habitantes (2001), subdividido em 29 freguesias.O concelho tem uma cidade (Seia) e duas vilas (São Romão e Loriga). O município é limitado a norte pelos municípios de Nelas e Mangualde, a nordeste por Gouveia, a leste por Manteigas, a sueste pela Covilhã, a sudoeste por Arganil e a oeste por Oliveira do Hospital. Neste município está localizado o ponto mais alto de Portugal continental, a Torre, na Serra da Estrela, com 1.993 metros de altitude. O concelho de Seia abrange uma grande parte da Serra da Estrela e é também o único de Portugal onde existe uma estância de esqui natural, a Estância de Esqui Vodafone, localizada dentro dos limites da freguesia de Loriga.

Dista 98 Km de Coimbra, 67 km da Guarda e 45 km de Viseu. É servida principalmente pela Nacional 17 e Nacional 231, que permitem uma ligação à A25, A24 e IP3.

O clima do concelho é temperado, com temperaturas moderadas no Verão e frio no Inverno, com temperaturas muito baixas e ocorrências de neve, por vezes abundantes, nas partes mais elevadas da Serra da Estrela. Quanto ao regime de precipitações, há uma pequena estação seca, que compreende os meses de Verão de Julho e Agosto.

Freguesias

As freguesias de Seia são as seguintes:


História

Oppidum Sena, antiga cidade de Sena, hoje Seia, foi fundada há cerca de 2400 anos, pelos Túrdulos, sendo a localidade mais antiga do concelho, só suplantada por Loriga que existe há mais de 2600 anos. O rei godo Wamba, que iniciou o seu reinado em 672, fixou os limites da diocese de Egitânia até aos domínios da então cidade de Sena.

A cidade de Sena, que durante muito tempo foi dominada pelos Árabes, foi definitivamente reconquistada por D. Fernando Magno, em 1055, tendo mandado edificar o seu castelo. A crónica do monge Silas relata a violência do ataque e como os Godos puseram em fuga desordenada os ocupantes da Oppidum Sena (cidade de Sena) em direcção à Oppidum Visense (cidade de Viseu).

Salientando a importância de Seia, já D. Teresa, no foral de Talavares, se referia à então cidade nos seguintes termos:

"D. Tarasia regnante in Portucale, Colimbria, Viseu et Sena […]". (Trad.: D. Teresa, que reina em Portugal, Coimbra, Viseu e Seia (…))

Em 1132, o rei D. Afonso Henriques fez doação de Seia ao seu valido João Viegas por reconhecimento dos serviços prestados. Em 1136, Seia tem o seu primeiro foral, dado pelo mesmo monarca, que a designa por Civitatem Senam (cidade de Seia). Outros forais se seguiram como o de D. Afonso II, em Dezembro de 1217, o de D. Duarte, em Dezembro de 1433, o de D. Afonso V, em Agosto de 1479, e, finalmente, o de D. Manuel I, em 1 de Junho de 1510. Em 1571, no reinado de D. Sebastião, foi fundada a Misericórdia de Seia.

Nos momentos decisivos da História de Portugal, Seia esteve sempre presente. Na Revolução de 1640, Seia tomou parte activa, tendo os seus habitantes mandado forjar a espada que D. Mariana de Lencastre, viúva de D. Luís da Silva, segundo alcaide-mor de Seia, entregou aos seus filhos na vigília de sexta-feira para sábado, 12 de Dezembro.

Foi em Seia que se realizou o último comício republicano antes da implantação da República em 1910. Este comício teve lugar no dia 25 de Setembro e foi presidido por Afonso Costa.

Economia

Estão localizadas em Seia as mais importantes fábricas têxteis (lanifícios) do país, que dão trabalho a mais de 5.000 trabalhadores. Possui unidades nos ramos da electrónica, metalomecânica e construção civil.

Devido à sua localização privilegiada, na vertente ocidental da serra da Estrela, Seia é uma das suas entradas naturais e, por isso, um centro turístico de interesse, visitada anualmente por milhares de forasteiros. Possui instalações hoteleiras modernas, estabelecimentos de restauração e centros comerciais.

Actualmente encontra-se em expansão o parque industrial da Vila Chã, que irá incentivar o crescimento económico da região.

Estruturas Sociais e Equipamentos

Possui um conjunto valioso de equipamento colectivo, do qual se salientam:

  • Hospital Municipal
  • Centro de Saúde
  • Farmácias
  • Cine-Teatro (lotação 370 pessoas)
  • Biblioteca-Museu
  • Escola Superior de Turismo e Telecomunicações
  • Escola Secundária
  • Escolas Preparatórias
  • Escola Profissional
  • Escolas Pré-primárias
  • Creche-infantário
  • Centro para terceira idade
  • Quartel de bombeiros
  • Quartel GNR
  • Estádio municipal com 8 pistas de atletismo
  • Auditório municipal, com capacidade para mais de 5.000 pessoas
  • Piscina e pavilhão gimnodesportivo
  • Aeródromo, com 2 pistas de 1000m e 1600m (apoio ao combate de incêndios)
  • Mercado municipal
  • Centro de Formação Profissional
  • Centro de Recuperação de crianças deficientes
  • Agências bancárias
  • Sede do gabinete de Arquitectura do Parque Natural da Serra da Estrela
  • Casa do Povo
  • Parque Industrial
  • CTT
  • Tribunal (Comarca)
  • Repartição de finanças
  • Supermercados
  • Museus
  • Centro de grupo de rede telefónica (rede de Seia)
  • Centro de Distribuição de energia Eléctrica (EDP)
  • Sede de agrupamento de concelho (GAT)

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Seia","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.