Souto

Souto
Abrantes



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"souto-abrantes","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Souto é uma freguesia portuguesa do concelho de Abrantes, com 15,02 km² de área e 567 habitantes (2001). Densidade: 37,7 hab/km².

Localizada a norte do concelho, a freguesia do Souto tem como vizinhos as freguesias de Fontes, a norte, Carvalhal, a leste, São Vicente a sueste e Aldeia do Mato a sudoeste e é, a oeste, ribeirinha da barragem de Castelo do Bode, do outro lado da qual se encontra o concelho de Tomar.

É a 17ª freguesia do concelho em área, a 18ª e penúltima em população e a 12ª em densidade demográfica.

Localidades

Pertencem à freguesia a própria aldeia do Souto, e as povoações de Atalaia, Bioucas, Carregal, Maxieira, Quinta e Ribeira da Brunheta.

Toponímia

Pensa-se que a existência de muitos castanheiros terá dado origem ao nome de Souto (mata de castanheiros).

História

A ocupação Humana do território remonta a épocas ancestrais nomeadamente ao Calcolítico.

Esta freguesia teve, outrora uma relativa importância militar que lhe foi reconhecida, primeiramente pelo General Conde de Lippe (1724-1777), que aqui estabeleceu uma das suas mais poderosas linhas de resistência ao invasor castelhano. O Souto é sede de freguesia desde 21 de Outubro de 1629. Em Novembro de 1836 esta freguesia foi desanexada, mas novamente reintegrada em 26 de Maio de 1837. Em 1938, participou no concurso, à escala nacional, de classificação da "Aldeia mais portuguesa de Portugal".

Festas e romarias

Todos os anos por ocasião do dia de Reis (6 de Janeiro) comemoram-se os Reis e as Janeiras. Cantam-se de porta em porta cânticos alusivos a esta época. Conta a lenda que a Capela de Nossa Senhora do Tojo foi construída para albergar a imagem da Virgem encontrada por um pastor, entre tojos e que a imagem voltava sempre ao local de aparição. A Capela tem inscrito numa das paredes a data de 1139, presumindo-se que esta romaria tenha mais de 800 anos. Antigamente a romaria tinha a duração de dois dias, ao domingo e segunda-feira, actualmente dura entre três a quatro dias, começando à sexta-feira. É realizada uma missa, seguida de uma procissão.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Souto","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.