Tabua

Tabua
Ribeira Brava



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"tabua-ribeira-brava","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Tabua é uma freguesia portuguesa do concelho da Ribeira Brava, com 11,10 km² de área e 1.105 habitantes (2001). Densidade: 99,5 hab/km².

Localiza-se a uma latitude 32.667 (32°40') Norte e a uma longitude 17.0833 (17°5') Oeste. A Tabua tem uma estrada que liga Calheta e Funchal. É banhada pelo Oceano Atlântico a sul e tem montanhas a norte. De referir ainda que esta freguesia é atravessada por uma ribeira com cerca de 7 km, na direcção Norte-Sul, que desemboca na sua pequena orla marítima. Esta tem sua origem nas vertentes do Pico da Pedras, junto ao Paul da Serra, e recebe o afluente do ribeiro do Barqueiro.

Toponímia

A grafia Tábua para o nome desta freguesia é bastante frequente, mas está, no entanto errada. A grafia correcta para esta freguesia é Tabua, sem qualquer acento gráfico, pois é uma palavra grave (lê-se Tabúa), tal como ocorre noutras palavras da língua portuguesa como actua e desagua (ambas na 3ª pessoa do singular do verbo actuar e desaguar, respectivamente).

Parece que a origem do nome desta freguesia do concelho da Ribeira Brava se deve filiar na existência de um vegetal que se chama tabua. Os nomes de tabual e tabuaço froam dados a lugares onde abundava aquela planta (…).

Em época mais afastada a grafia desta palavra era Atabua, como se vê em muitos documentos antigos e no respectivo arquivo paroquial. Foi a partir de 1838 que o padre António Francisco Drumond e Vasconcelos alterou a forma primitiva do vocábulo, começando a escreve Tabua e tendo os seus sucessores até o presente adoptado a nova ortografia.

História

Tabua (popularmente designada por Atabua) não passará sem referência por ser freguesia das mais pequenas do município, criada na última metade do século XVII. Situada à beira-mar, a oeste da sede de Concelho, a paróquia teve origem na capela da Santíssima Trindade, substituída pela de Nossa Senhora da Conceição, e a igreja paroquial data dos fins do século XVII.

A fundação da Tabua deve andar por volta de 1586, existindo um antigo documento relativo a esta paróquia datada de 2 de Julho de 1743 que estabelece a Curato paroquial.

Economia

Os tabuenses vivem essencialmente da agricultura, cujo solo (para além doutras aptidões) é propício à vinha e cana.

Património

O seu antigo templo, sede da paróquia, foi destruído por temporal, datando a edificação do actual, do ano de 1696. Encontram-se na Tabua as seguintes capelas: Mãe de Deus, Senhora da Conceição e Senhora das Candelárias.

Bibliografia

  • "Jornal da Madeira", 5 Maio 1995
  • "Madeira - Paisagem e Memória ao Sabor do Mar", LEMA, Edição Secretariado Regional Turismo, R.A.M.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Tabua","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.