Vendas Novas

Vendas Novas
Sub-região Alentejo Central



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"vendas-novas","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}

Foto de Vítor Oliveira

Lista de Municípios Portugueses

anuncio100x60.png


Vendas Novas é uma cidade portuguesa, no Distrito de Évora, região Alentejo e sub-região Alentejo Central, com pouco mais de 10.000 habitantes.

É sede de um município com 222,51 km² de área e 11.619 habitantes (2001), subdividido em 2 freguesias. O município é limitado a leste pelo município de Montemor-o-Novo, a sul por Alcácer do Sal, a oeste por Palmela e a noroeste pela parte oriental do Montijo. O município foi criado em 1962. Anteriormente era apenas uma freguesia de Montemor-o-Novo.

Freguesias

História

A origem provável e o subsequente desenvolvimento de Vendas Novas, devem-se essencialmente a três acontecimentos que tiveram lugar quase simultaneamente. O primeiro e segundo acontecimento devem-se essencialmente à criação da Posta Sul, por ordem de D.João III, estabelecendo-se uma estação e uma sede da Posta em Aldeia Galega (o actual Montijo). De igual modo, com licença do rei, mandou Luís Afonso, Correio-Mor do Reino abrir um caminho de Aldeia Galega a Montemor, que atravessava uma vasta charneca que o rei utilizava para as suas caçadas reais, de maneira a diminuir o percurso e o tempo das viagens. Nesse caminho, o rei mandou construir uma estalagem, no sítio que hoje é Vendas Novas. O terceiro acontecimento está ligado à construção, por ordem de D.Teodósio, de duas pousadas, uma em Évoramonte e outra nas Vendas Novas, perto das duas estações, para melhor se deslocar de Lisboa a Vila Viçosa. Terá sido então, a aberta do caminho para a Posta do Sul, através da charneca, em 1526, e a construção de duas estalagens, (a da Mala-Posta, em 1526, e a do Duque D. Teodósio I, em 1930), os três factores determinantes para a origem de Vendas Novas.

Quanto ao nome do povoado terá provavelmente origem nas construções - "Estalagens" ou "Vendas", que por serem de recente construção, eram novas, denominadas pelos viajantes como "as Vendas Novas".

Um conjunto de factores – a estrada de acesso a Espanha, Évora e Lisboa, o Palácio Real (actual Escola Prática de Artilharia), o caminho de ferro – estão associados ao crescimento da povoação de Vendas Novas, com apenas 300 anos de existência, de que é reflexo a sua passagem a concelho e a cidade. Refira-se que a povoação mais antiga do concelho é a Landeira, hoje freguesia do concelho, de que existem referências de sua existência nos inícios do século XII.

Vendas Novas foi freguesia do concelho de Montemor-o-Novo até 7 de Setembro de 1962, altura em que passou a concelho após um processo reivindicativo iniciado no final do século XIX.

Património

Em termos patrimoniais, o concelho de Vendas Novas, apesar da sua história ser recente, possui um conjunto de património erudito de que é exemplo o edifício onde se encontra instalada a Escola Prática de Artilharia, antigo Palácio Real, mandado construir pelo rei D. João V, que possui um museu militar. São também referência o Palácio e Capela do Vidigal (século XIX), e um conjunto de capelas e igrejas que datam desde o século XVI.

  • Escola Prática de Artilharia, com Museus interior e ao ar livre
  • Palácio do Vidigal (século XIX)
  • Capela do Vidigal (século XIX)
  • Capela de São Fernando e Outeiro de Santo António (século XV)
  • Palácio Real (século XVIII)
  • Capela Real (século XVIII)
  • Capela do Monte Velho da Ajuda (séculos XVII-XVIII)
  • Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Nazaré (Landeira) (século XV)
  • Capela de São Pedro de Bombel
  • Capela de São Gabriel (Marconi)
  • Igreja de São Domingos Sávio
  • Igreja Matriz de Santo António
  • Moinho de Vento
  • Chafariz Real

Heráldica

Bandeira

Gironada de amarelo e vermelho, cordões e borlas de ouro e vermelho. Haste e lança de ouro.

Brasão

Escudo de negro, sobreiro arrancado de prata, frutado de verde e descortiçado de vermelho, entre duas granadas de ouro ardentes de vermelho. Coroa mural de prata de cinco torres. Listel branco com os dizeres a negro: "CIDADE DE VENDAS NOVAS".

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Vendas Novas","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.