Vila do Conde

Vila do Conde
Sub-região Grande Porto



{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"vila-do-conde","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}

Foto de Vítor Oliveira

Lista de Municípios Portugueses

anuncio100x60.png


Vila do Conde é uma cidade portuguesa no Distrito do Porto, Região Norte e sub-região Grande Porto, com 29.731 habitantes em 2003.

É sede de um município com 149,31 km² de área e 74 391 habitantes (2001), subdividido em 30 freguesias. O município é limitado a norte pelo município da Póvoa de Varzim, a leste por Vila Nova de Famalicão e Trofa, a sul pela Maia e por Matosinhos e a oeste tem litoral no oceano Atlântico.

Localizada na margem Norte da foz do rio Ave, Vila do Conde é um importante centro industrial, porto de pesca e zona balnear e turística, configurando um dos principais e mais procurados centros balneares do país. A cidade faz parte do mesmo aglomerado urbano que a Póvoa de Varzim.

A povoação de Vila do Conde é muito antiga, anterior à fundação de Portugal, e o seu topónimo não sofreu alterações, era já Vila do Conde. A primeira referência a Vila do Conde é do ano de 953 no livro da condessa Mumadona Dias onde é referida como Villa de Comite.

D. Sancho I apaixonou-se por D. Maria Pais levando a que a vila passe a estar na posse desta. A sua tetraneta, D. Teresa Martins e o seu esposo Afonso Sanches, filho ilegítimo de D. Dinis, fundam o Real Mosteiro de Santa Clara, em 1318.

D. Manuel I concedeu-lhe foral em 1516 e a população da vila participa activamente nos descobrimentos portugueses, entre eles Paulo e Francisco Faria na viagem de Vasco da Gama à Índia. No século XIX, as Invasões Francesas causaram grandes danos à população. Na praia de Mindelo em 1832 desembarcaram as tropas liberais do regente D. Pedro, que lutavam contra o regime absolutista de D. Miguel. A Rua da Igreja é uma rua quinhentista no centro histórico de Vila do Conde. Em 1987 é elevada à categoria de cidade.

Freguesias

Vila do Conde possui 30 freguesias. À exceção da sede, nenhuma outra possuiu qualquer estatuto, seja "Vila" ou "Cidade" apesar do topónimo de algumas o sugerir. Muitas são pequenas aldeias rurais que salpicam o território densamente arborizado, enquanto outras, tais como Mindelo e Vilar do Pinheiro são espaços crescentemente urbanizados. A Azurara foi vila histórica e concelho até meados do século XIX. Nessa altura, o concelho é extinto e integrado no município de Vila do Conde.

Caracterização

As origens ancestrais desta Villa de Comite, designação utilizada na carta de venda de Flâmula Deo Vota ao abade Gonta do mosteiro de Guimarães, corria o ano de 953, estão estampadas na paisagem. O Mosteiro de Santa Clara, fundado em 1318, domina o espaço urbano, o aqueduto confere-lhe uma respeitosa monumentalidade e a igreja Matriz, cuja construção se inicia em 1496, pontua o núcleo histórico.

Percorrer a cidade é encontrar casas baixas, decoradas por belíssimas janelas manuelinas, ruas estreitas e calçadas de pedra, espaços onde nasceram ou viveram artistas e homens de letras como Antero de Quental, Camilo Castelo Branco, Guerra Junqueiro, Sónia e Roberto Delaunay, José Régio, Júlio/Saúl Dias, ou Ruy Belo. Ao longo do concelho, ouvimos testemunhos das gentes que aprenderam a viver entre a terra e o mar, encantamo-nos com as delicadas rendas de bilros e a doçaria conventual, expoentes de um saber artesanal antigo que os vilacondenses teimam em recuperar, descobrimos os estaleiros que, desde tempos imemoriais, contribuíram para realizar a vocação marítima dos portugueses, observamos os teares em madeira que laboriosamente produzem as mantas de trapos, penetramos nos ambientes monásticos de Azurara, da Junqueira, de Vairão.

Conhecer Vila do Conde é, ainda, visitar os museus ou a emblemática Alfândega Régia e os sítios arqueológicos, atravessar as pontes românicas de Arcos e Ponte d' Ave, admirar os capitéis da Igreja de Rio Mau, obra de referência do românico português, manusear as espécies que, desde o século XII até aos nossos dias, se foram acumulando no Arquivo Municipal.

Um rio, o mar, com 18 km de praias tranquilas e de areia fina. Os desportos náuticos. O ténis. Os alegres e populares festejos de São João Baptista, padroeiro da cidade. O prestígio de eventos como o Festival Internacional de Curtas Metragens, a Feira Nacional de Artesanato ou a Feira de Gastronomia. Um concelho onde o desenvolvimento não apagou as marcas do passado patentes na fisionomia dos lugares e na sua história.

Geografia

Vila do Conde está situada junto à costa, na foz do rio Ave. O seu território não apresenta, no que toca a relevo, significativos acidentes orográficos. Na cidade registem-se as elevações do Monte do Mosteiro e do maciço do Socorro. Nas freguesias destacam-se o Monte de Sant'Ana em Azurara, o Monte da Cividade em Bagunte, o Monte de Santa Eufémia em Canidelo, o Monte Marão em Fornelo, o Monte de Castro em Vairão e o Monte Gentil em Guilhabreu. Possui um clima temperado de influência atlântica, sem grandes amplitudes térmicas o que torna os invernos e os verões bastante amenos.

O concelho de Vila do Conde é atravessado pelo rio Ave a quem se junta o Este. Destaque-se ainda o rio Onda que estabelece fronteira entre Labruge e Lavra.

Geminações

Le Cannet-Rocheville (França)

Um forte núcleo de emigrantes vilacondenses, especialmente da freguesia de Fornelo, esteve na origem da geminação, concretizada no ano de 1987, entre Vila do Conde e a cidade francesa de Le Cannet. O Comité de Jumelage Le Cannet-Vila do Conde, tem proporcionado, com grande regularidade, eventos culturais, desportivos e intercâmbios diversos.

Ligações externas

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Vila do Conde","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.