Vilarinho

Vilarinho
Santo Tirso

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"vilarinho-santo-tirso","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"small","userName":"Portuguese_eyes","tags":"santo-tirso","order":"interestingness-desc","perPage":"1","limitPages":"1"}}
anuncio100x60.png


Vilarinho é uma vila e freguesia portuguesa do concelho de Santo Tirso, com 5,70 km² de área e 4.036 habitantes (2001). Densidade: 708,1 h/km².

Foi elevada a vila em 12 de Junho de 2009. No extremo nascente do concelho de Santo Tirso situa-se uma das suas mais ricas freguesias, Vilarinho. O seu orago é São Miguel e é banhada pelo rio Vizela. É uma freguesia que pertence ao distrito e diocese do Porto e à região do Douro Litoral.

História

Ao longo dos séculos, Vilarinho viveu em torno do seu mosteiro, como, aliás, era comum em quase todas as freguesias que abrigavam edifícios do género. Foi este, de Cónegos Regrantes de Santo Agostinho e, dizem alguns autores, terá sido uma abadia secular muito rica, fundada anteriormente a 1070, para sepultura de uns fidalgos da geração dos Fafes. O seu abade, Gonçalo Anees Fafes, fundou junto a este templo, o convento, ao qual aplicou as rendas da sua abadia e do qual foi o seu primeiro abade vitalício. A construção do mosteiro foi iniciada em 1070, em 1074 já estava concluído e era habitado por 10 cónegos. O Mosteiro de Vilarinho vem abundantemente documentado nos séculos XIII e XIV, nomeadamente, no "Censual do Cabido da Sé do Porto" (1120).

O pároco da freguesia era cura anual e da apresentação dos Cónegos Regrantes do Mosteiro de Landim, até à sua extinção. Em 1220, Vilarinho pertencia ao Julgado de Refojos e, em 1258, passou para Guimarães. Em 1836 passou a integrar o concelho de São Tomé de Negrelos e, logo em 1885, passou definitivamente ao de Santo Tirso.

Economia

Em linhas gerais, poderá dizer-se que em Vilarinho:

  • Existe uma forte dinâmica demográfica;
  • O ritmo de construções é apreciável;
  • A distribuição da população e actividades económicas (indústria, agricultura e comércio) é bastante difusa, sendo marcante a pluriactividade das populações residentes. A freguesia de Vilarinho é caracterizada pelo seu desenvolvimento industrial, nomeadamente os têxteis, que a par com a agricultura e serviços, contribui para o desenvolvimento económico da freguesia.

Quanto à população, e de acordo com os dados recolhidos nos censos de 2001, Vilarinho integra-se numa das regiões mais jovens do país, com uma população total de 4.040 indivíduos. É ainda de salientar que o crescimento da população de Vilarinho (10%), em relação à contagem da população de 1991, foi o maior de todas as freguesias do concelho de Santo Tirso.

Património

Castro de São Pedro

No Monte de São Pedro, existem vestígios de ocupação e fortificação castreja.

Nos finais do século XIX, foi descoberto em Vilarinho, um autêntico tesouro, composto por milhares de moedas romanas em bronze, referentes a vários imperadores anteriores a Constantino Magno. Segundo Jorge Alarcão, estarão datadas do último quartel do século III d.C.. Em tempos, foram estas moedas guardadas na Casa dos Burgos, que já no tempo de D. Dinis era terra honrada da família dos Barbosas.

Tradições

As Festas em Vilarinho

A freguesia de Vilarinho teve, noutros tempos, quatro festas anuais. Em Janeiro realizava-se a Festa de São Sebastião que chegara a atingir certa notoriedade. Organizava-se uma outra festa de soldados que se manteve enquanto não terminou a Guerra do Ultramar, em que as comissões eram constituídas por jovens que acabavam ou estavam a prestar serviço militar. Em Fevereiro mantém-se a Festa de São Brás, santo com muitos devotos na freguesia de Vilarinho e freguesias vizinhas, que todos os anos se deslocam à Igreja do Mosteiro para o venerarem. O Lausperene e a Procissão do Corpo de Deus também têm tido uma grande participação por parte dos paroquianos, apesar do seu cariz simplesmente religioso. São Miguel, que se celebra em Setembro, apesar de ser o santo padroeiro de Vilarinho não tem sido motivo de uma celebração especial.

No entanto, no segundo domingo de Maio, desde há mais de 50 anos a esta parte, se realiza, todos os anos, a maior festa de Vilarinho, a festa em Honra de Nossa Senhora do Rosário. Inicialmente, os romeiros vinham com os seus merendeiros logo pela manhã, assistiam à eucaristia e no fim, espalhavam-se pelos campos para almoçar do que traziam. Da parte da tarde, havia o sermão, o terço, a bênção e, a encerrar, a procissão.

Com o passar dos tempos e acompanhando o que se ia fazendo um pouco pelas freguesias vizinhas mais desenvolvidas, surge em 1979 uma Comissão de Festas que introduz uma parte profana às Festas de Nossa Senhora do Rosário. Além dos vários divertimentos, realizou-se uma grande noitada com espectáculos de variedades. Daí até hoje foi-se melhorando gradualmente a qualidade dos músicos deste tipo de festas populares. A festa começa a ter um cada vez maior número de visitantes e é então que, há poucos anos atrás, em vez de se realizar apenas a noitada tradicional de sábado, juntou-se-lhe uma outra noitada à sexta-feira. Quanto à parte religiosa, tem-se rezado o terço, seguido de procissão de velas, no sábado. No domingo há missa pela manhã e a procissão de tarde. As festas terminam com uma procissão de velas na segunda-feira.

Colectividades

  • Agrupamento 245 de Vilarinho - CNE
  • Associação dos Antigos Escuteiros de Vilarinho
  • Centro Social e Paroquial de Vilarinho
  • Conferência de São Vicente de Paulo
  • Fábrica da Igreja Paroquial de São Miguel de Vilarinho
  • Futebol Clube de Vilarinho
  • Grupo Columbófilo de Vilarinho
  • Grupo de Jovens Sem Fronteiras
  • Movimento Ecológico Baden Powell

A Junta de Freguesia de Vilarinho e a Câmara Municipal de Santo Tirso congratulam-se pelo facto da Assembleia da República ter aprovado no passado dia 12 de Junho, por unanimidade, a elevação da Freguesia de Vilarinho a Vila.

Ligações externas

Artigos relacionados com Vilarinho

Fotografias

Galeria dos nossos visitantes
As fotografias desta secção, em todos os artigos, são colocadas pelos nossos leitores. Os créditos poderão ser observados por clicar no rodapé em files e depois em info. As imagens poderão possuir direitos reservados. Mais informações aqui.

Sorry, no images found attached to this page.

Galeria Portuguese Eyes
As fotografias apresentadas abaixo são da autoria de Vítor Oliveira.

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Vilarinho","order":"dateAddedDesc"}}

Fotografias da região

{"module":"wiki\/image\/FlickrGalleryModule","params":{"size":"thumbnail","userName":"Portuguese_eyes","tags":"Santo Tirso, santo-tirso vilarinho, -Vilarinho","order":"dateAddedDesc"}}

Mapa

Artigos relacionados

Artigos com a mesma raiz:

Artigos subordinados a este (caso existam):

Adicione abaixo os seus comentários a este artigo

Comentários

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under GNU Free Documentation License.